sábado, 28 de maio de 2011

Apenas ser livre





Hoje estou com uma
Vontade estranha de ir embora
Pegar as malas e partir
Sem rumo, sem direçao

Alimentar minha alma
Com a leve brisa do vento
Batendo em meu rosto
Levando na mochila
A saudade de que ficou

Sereno venozo sobre mim
Lavando minha alma mas
Podendo mata-la
Ao certo nao sei porque
Apenas sei que quero viver.

2 comentários:

Hilmar Oliveira disse...

As vezes tenho essa vontade de liberdade, porém creio que ela consiste em primeiro nos desprendermos de algo que está dentro de nós, a libertação dos limites de cada um, fará com que estejamos mais seguros da nossa liberdade exterior.

Filipe Dias disse...

Bora? eu acompanho vc nesta viagem pelo mundo.

Postar um comentário