domingo, 21 de agosto de 2011

Tardes de inverno, noites de verão


Me salve
Me leve daqui
Onde essa tarde friorenta
Congela meu coração

Noite aqueça meu coração
Com teu brilho
Que  faz ele me acompanhar

Aquela tarde não quero mais lembrar
Aquele dia que fique ali
Sozinha no inverno da alma
Pena que as noites
Ao teu lado são fugaz
duram apenas uns instantes

Instantes memoráveis
Que faz meu coração
Aquecer com a noite
De verão que tu veio
Me trazer




5 comentários:

Filipe Dias disse...

Amor, aquece na noite, mesmo sem lua.


gostei

Fábio Alves disse...

Uma boa companhia esquenta qualquer noite de inverno.

CarolCunha disse...

ooi, seguindo aqui, segue tbm?
beijos
http://carollcunhaa.blogspot.com/

Bia Ferreira disse...

vi seus outros blogs também.. para mim é um paralelo: cranio de informatica X sensibilidade de poeta. (...)

Anônimo disse...

adorei seu blog *-*


vou deixar o meu c quiser dar uma olhada
http://dialogandoemsilencio.blogspot.com/

Postar um comentário